“Sou o Julião, tenho 28 anos, jornalista, trabalho com tudo que é ligado a comunicação. Acho que sou do tipo que transita em várias frentes de atuação na comunicação, não me rotulo, gosto de fazer de tudo. Curto muito tênis e acho interessante essa interação dele com a comunicação, porque ele é uma forma de você se expressar e comunicar. Quando você escolhe ter um tênis que é básico, preto, que não chama atenção, você tá querendo passar uma mensagem. Quando você está com uma roupa toda preta e com um tênis coloridão, você tá passando outra mensagem.”

Julião, qual a sua relação com tênis no geral?

Gosto muito por alguns motivos: sempre gostei de ter coisas que fugisse do óbvio – sou daqueles cara que nunca usou um jeans azul com um tênis de corrida sabe? Teve uma fase que eu era muito gordo, cheguei a pesar 150Kg e a única coisa que eu gostava que me servia era o tênis porque o seu pé fica magro. Quando eu era obeso, não conseguia ter as roupas que eu gostava, mas o tênis eu sempre conseguia ter.

É engraçado, já tive várias fases de tênis, já tive a fase de só usar All Star, por exemplo. A grande maioria dos meus tênis e botas são todos cano alto, é um negócio que eu procuro bastante – botas que tenham pelo menos cano médio para alto. Enfim, pra mim o tênis é uma forma de se expressar e quando eu emagreci mantive isso, mas incorporando um novo estilo de roupa.

Diz um pouco mais pra gente como você começou a gostar de tênis.

Eu acho que tem um pouco a ver com o meu amadurecimento cultural porque quando você tem 15 ou 16 anos, começa a se interessar por bandas, sua mãe para de comprar suas roupas, sabe?. Acho que o tênis entrou nisso tudo e foi a partir daí que comecei a me interessar por outras coisas. Comecei a criar a minha personalidade e caráter. Foi isso pra mim, um amadurecimento pessoal, emocional e cultural.

E qual a sua relação específica com esse Vans?

Sempre fui muito fã de Toy Story na verdade, Pixar em geral. De 6 anos pra cá eu comecei a me interessar mais pela Vans do que eu me interessava antes. Então nesses últimos anos comprei muitos tênis da Vans e quando saiu essa coleção do Toy Story eu curti muito. É engraçado porque não me interessei pelos outros modelos dessa coleção, mas esse em específico eu achei muito foda. O acabamento do tênis que é de couro, um material que a Vans usa pouco. Tenho muitos tênis, mas esse é o único que o pessoal elogia pra caramba e algumas vezes eles nem sabem que tem a ver com o Toy Story ou que é da Vans.

Tenho uma relação muito familiar com esse filme, eu e o meu irmão somos muito fãs e Toy Story foi uma forma de aproximação dos dois quando éramos crianças, já que brigávamos muito. Quando saiu a coleção tentei comprar nos Estados Unidos, um amigo meu estava lá mas o tênis esgotou muito rápido, foi uma febre. Demorou uns 10 meses pra chegar aqui no Brasil e quando chegou, comprei dois do mesmo: um para usar e o outro para guardar. Assim eu não teria dó de colocar ele no pé, porque se não, eu só iria usar em ocasiões especiais. E tênis é muito isso, quando você gosta, você toma muito cuidado com ele, quando ele começa a descascar na lateral eu já fico todo triste. Pra mim a partir do momento que você tem a opção de comprar dois e manter um intacto, você desapega e usa mais o tênis.

Você tem alguma história específica com ele?
A real é que nos últimos 2 ou 3 anos a minha vida foi tudo meio louco porque muita coisa aconteceu. E desde que comprei esse tênis eu não tirei do pé, então tudo o que rolou na minha vida nesses últimos anos até agora, ele esteve comigo. Desde a minha saída do Estadão para a Rede Globo, ou todas as coberturas políticas que aconteceram nesses últimos anos e etc. Como é o meu tênis do dia-a-dia ele foi acompanhando momentos que ficarão marcados por muito tempo na minha vida.

Vans Woody Sk8-Hi Reissue
Dono: @juliaopacheco
Comprado: 2016