“Sou o Pedro, tenho 24 anos, moro em Barcelona para tirar o mestrado em Design Gráfico. Desde pequeno sempre quis fazer coisas e o graffiti acabou sendo a primeira das que comecei, mas a adrenalina envolvida no processo não era algo que me puxava, além de outros motivos e problemas acabei desistindo disso. Entretanto, quando comecei a ter aula de tipografia na faculdade adorei mais do que esperava e descobri que gostava disso de verdade! Sinceramente, acho que é uma das vertentes principais do design gráfico, é uma skill muito importante, um diferencial se o designer sabe desenhar letras.

Além disso, meu professor de tipografia na faculdade foi aluno do Enric Jardí, e ele que me ajudou na vinda para Barcelona.”

Você carrega alguma inspiração da cultura street, streetwear e sneakers na sua caligrafia?

Sim! Sempre fui influenciado por essas culturas, principalmente pela street, porque sempre foi uma coisa que quis fazer e me aprofundar. O street wear me influencia por vir do Hip Hop, as grandes marcas me influenciam em termos de sonhos, porque elas começaram como estamos aqui, fazendo o que amam – um grupo de amigos que investiram num sonho e depois viveram isso.

Qual sua relação com tênis em geral?

Ser confortável é o mais importante, mas gosto sempre de combinar com o resto do outfit, é uma peça complementar que faz toda a diferença na apresentação. A primeira vez que realmente adorei tênis foi quando comecei a usar Reebok, tanto os clássicos como os trainers. Era a coisa mais confortável de se colocar no pé, além de ficar muito bom no visual. A Reebok se diferencia das outras porque não tem muitos modelos e ao mesmo tempo cada modelo é um clássico – independente de ser antigo ou não, tem um impacto mais forte pra mim do que qualquer outra marca.

Exatamente quando começou a sua relação com os tênis?

Toda a minha vida joguei Rugby e nessa altura eu não focava em outra coisa, era só Rugby, gastava todo o meu dia nisso. Acho que depois de todas as desilusões que tive quando parei de jogar, estava um bocado perdido naquilo que queria e pensava em fazer da minha vida. Isso me fez olhar para outras coisas, me fez perceber aquilo que eu gostava, comecei a ser influenciado pela cultura do streetwear e os tênis vieram junto.

Porque você escolheu esse Reebok Ex-O-Fit Lo para o ensaio?

Se eu dizer que esse é o que gosto mais será clichê, mas o fator dele ser branco com a gum sole pra mim é a combinação máxima de um tênis. Pode-se usá-lo em qualquer ocasião, tanto formal como informal, fica-se bem.

Você tem alguma história vivida com ele?

Sim, estava com ele no concerto do Kendrick Lamar, que é mesmo um momento marcante da minha vida. Até porque foi na mesma época em que ele lançou o Reebok Red e Blue.

Reebok Ex-O-Fit Lo
Dono: @
pedrodamatanogueira
Comprado: 2016