“Eu sou um cara que adora formalidades, adoro usar ternos e combinar esses ternos com tênis coloridos bizarros – só tenho tênis bizarros basicamente. Por isso que acho que vocês gostaram deles.

Apresento o podcast Papo Torto no Estadão com o PC Siqueira, escrevo também para vários lugares sobre games, culturas e outras coisas. Escrevo roteiros para a televisão, sou um filósofo de questões gastronômicas e antropofágicas – não no sentido de comer gente, e sim de gente comendo e recentemente eu legendei vídeos institucionais da marca de calçados Timberland, porque todo mundo precisa de dinheiro né.

Nunca entrei no meio acadêmico, nunca fiz faculdade, mas sinto que as minhas contribuições estão no nível de dissertação de mestrado e doutorado do meio filosófico aí quando se tratando da relação cultural-ocidental para/com a comida.”

Gus, qual a sua relação com tênis no geral?

Acredito que o homem nunca deve sair de casa de bermuda e chinelo, então por isso que tenho tênis e calças – porque isso que separa um garoto de um homem. Saio de casa de bermuda e chinelo? Às vezes, mas todos somos garotos algumas vezes.

Sempre fui pirado em tênis de maneiras estranhas. Quando eu era moleque eu tinha uma tara em botas, tinha a botinha do Chico Bento, adorava essas botinhas de cano curto. Assistia muito seriado do Highlander, ele tava sempre com uma botinha e eu achava que aquilo era o supra-sumo de ser um homem. Além de bota de motoqueiro por causa do O Exterminador do Futuro 2. Enfim, eu tinha umas botinhas iguais àquelas quando era moleque, mas tênis eu não prestava atenção.

Aí teve uma época que eu gostava de rock, gostava do capeta – usava tudo preto né. Então os tênis eram todos pretos e sem graça. Eventualmente fui mudando, e o primeiro tênis colorido que eu tive foi o Nike Shox, aquele primeiro modelo preto e azul. Ganhei no Natal de 2001 esse tênis, um Playstation 2 e um CD do Linkin Park. Esse é o combo que arruinou a minha vida e que me trouxe onde estou hoje. A partir daí, comecei a ver que tênis coloridos eram legais, mas eu só fui adentrar mesmo nesse mundo depois de eu ter uns 17/18 anos.

O primeiro tênis que comprei deliberadamente porque ele era diferente, foi um Run Athletics x Mario Nintendo Legacy, que só foram feitos 800 pares no mundo. Ele é feio pra caralho, branco, o que eu não gosto, porque suja muito fácil mas eu gostei porque era do Mario. Desde então, coisas legais que não são muito caras eu compro. Inclusive esses tênis raros que tenho, só comprei porque achei bonito. Fico mais feliz pela minha recentemente descoberta e segurança financeira que esses tênis podem me trazer (risos).

E qual a sua relação específica com esse Pump?

Pra mim é muito difícil eleger o meu predileto, mas se eu fosse forçado a escolher, seria esse tênis. Ele é um Reebok feito em parceria com a Atmos, um revival do Pump – tem até o botãozinho de pump, mas não bombeia. É o tênis mais fofinho por dentro que eu tenho, ele parece uma cama.

Ele é muito especial pra mim porque além de ser todo diferentão; tem bolinhas coloridas, detalhes em verde e roxo, tem aquela cara de pump que já é bem diferente. Por ser bem confortável, ele me acompanhou por vários trabalhos que exigem dias e dias de caminhada, é o tênis que mais me provém com caminhadas confortáveis e ao mesmo tempo estilosas. É muito bom juntar o útil ao agradável.

Você tem alguma história específica com ele?

Ele estava comigo quando conheci o Ice-T e ouvi ele tocar Cop Killer na minha frente em uma festa com 100 pessoas. Esse tênis estava comigo também quando conheci o criador do Mortal Kombat, o Ed Boon; Além de estar comigo quando discuti com o produtor do Tekken e a gente quase saiu na mão. Várias coisas legais aconteceram quando eu estava usando ele, como por exemplo, vi shows de comédia de todos os cara que admiro. Por lembrar que esse foi o tênis que usei nesses momentos, eu sei que essas histórias foram com ele e ele estava comigo em momentos muito importantes. Gosto dele e é um daqueles tênis que são tão coloridos e bizarros que nem precisa combinar com nada, mesmo que eu esteja todo de preto e eu só botar eles, já dá um tchan.

Reebok Pump Omni Lite “Polka Dots” x Atmos
Dono: @guslanzetta
Comprado: 2010
Tamanho: BR45/US13